João 19.16-30 - Sexta-feira da Paixão - 30/03/2018

Caderno de Cultos 2018

30/03/2018

30/03/2018- Sexta-feira da Paixão
Pregação:; Leituras: Is. 52 13-53.12; Hb 10 16-25
Miss. Elcio Ricardo da Silva – Paróquia de Água Boa - MT

LITURGIA DE ABERTURA


ACOLHIDA
Sejamos todos nós muito bem vindos a este tempo de celebração. Hoje de maneira especial quando aqui nos reunimos, somos lembrados da entregada do Filho de Deus que no madeiro da cruz por nós padeceu, assumindo em nosso lugar a morte para que todos nós agora tenhamos vida nova e abundante. Como palavra bíblica para o início do nosso culto, trago as palavras de Lucas 23.46 que diz: “Jesus clamou em alta voz; Pai entrego minha vida em tuas mãos! E deu o último suspiro”. O ultimo suspiro de Jesus nos aponta para a morte. Mas a ressurreição que iremos lembrar e celebrar no domingo nos aponta para a vida. O ultimo suspiro da sexta-feira não nos aponta para fim, mas sim para a eternidade quando a morte é vencida pela ressurreição. O Filho de Deus que entrega a sua vida em suas mãos do Pai confia no seu agir.

Acolhida aos visitantes:
De maneira especial saudamos e acolhemos todos os nossos visitantes e desejamos que os mesmos se sintam bem em nossa comunidade para este nosso tempo de Culto a Deus.


CANTO DE ENTRADA
Nº 221 – Hinário HPD – Senhor porque me guarda a tua mão

Ou: Nº ____________________________________________________


SAUDAÇÃO
Na presença do Trino Deus nos reunimos aqui. Em nome do Deus de amor, que tudo cria e sustenta, de Jesus Cristo que a todos oferece a salvação e em nome do Espírito Santo que nos move ao testemunho diário. Amém.


CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 321 – HPD II –Vento que anima

Ou: Nº ____________________________________________________


CONFISSÃO DE PECADOS
Deus amado, Tu que nos reúnes aqui, queremos agora confessar os nossos pecados, os quais cometemos em pensamentos, palavras, ações e omissões. Confessamos Senhor nossas fraquezas e tudo aquilo nos afasta de ti. Pedimos perdão pela nossa timidez em falar do teu evangelho, especialmente Senhor neste tempo em que lembramos da morte de Cristo em favor de cada um de nós. Senhor, para ti tudo é possível, assim te pedimos, perdoa-nos e faze-nos sentir a graça do teu perdão. Que a morte de Cristo, e o seu sangue vertido na cruz do Calvário nos limpe e purifique dos nossos pecados que aqui confessamos. Ouve Senhor a nosso oração e que por tua graça, bondade e amor possamos receber o perdão.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Deus, nosso Senhor, é a fonte de toda amor. Sim, Ele tem misericórdia de nós. Sim, Ele, por compaixão, apaga os nossos pecados e nos dá uma nova chance. O Apóstolo Paulo nos diz:“E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas.” (2 Co 5.17). Amém.


KYRIE
Diante de tanta injustiça, guerras, ódio e indiferença para com o próximo, só nos resta implorar pela piedade de Senhor. Que ele venha e traga consigo o seu reino de paz, de justiça e de amor. Assim como comunidade aqui reunida suplicamos cantando:

Pelas dores deste mundo, ó Senhor,
Imploramos piedade!
A um só tempo geme a criação.
Teus ouvidos se inclinem ao clamor
Desta gente oprimida.
Apressa-te com tua salvação.
A tua paz, bendita e irmanada com a justiça,
Abrace o mundo inteiro.
Tem compaixão!
O teu poder sustente o testemunho do teu povo.
Teu reino venha a nós!
Kyrie Eleison!


ORAÇÃO DO DIA
Graças te damos Senhor, pelo teu interminável amor, pelo qual entregaste teu amado Filho por nós. Acompanha a caminhada do teu povo para que este não se esqueça do teu agir em seu favor. Ajuda-nos a ouvir e aceitar a tua palavra, para que ela nos fortaleça no amor e nos oriente nos caminhos a seguir. Isso te pedimos em nome de Jesus Cristo, que contigo e com o Espírito Santo vive e reina de eternidade a eternidade. Amém.


LITURGIA DA PALAVRA


LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Isaías 52 13-53.12

2ª Leitura Bíblica: Hebreus 10 16-25


CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 198 – Hinário HPD – Oh bem cego e eu andei


PREGAÇÃO
(Sugiro levar um pedaço de madeira grosso, um prego grande e um martelo)

As últimas horas de Jesus são carregadas de acontecimentos intensos e dolorosos.
• A última Ceia
• O lava pés
• O momento de oração no jardim do Getsemani
• O julgamento
• Se trocado por um ladrão (na nossa concepção algo muito ruim)
• A coroação com a coroa de espinhos
• O carregar da cruz pesada
• Os açoites
• A cruxificação (o pior de todos os momentos)

João 19 16-30

Há dois momentos que se destacam neste texto: a cruz e o está consumado. Ao mesmo tempo em que se destacam eles estão ligados um ao outro. Na verdade, um acontece sobre o outro. O Está Consumado acontece sobre a Cruz

O primeiro momento é o momento da cruz. Ali dependurado no madeiro, sobre a vista de todos vemos Jesus. São longas horas de agonia e sofrimento.

Não há esperança neste momento. O que temos e o que vemos é a figura da cruz sendo carregada. A centralidade deste momento é a cruz. Uma centralidade de dor, de sofrimento de morte. A cruz tem uma linguagem própria.

Mas a cruz tem o seu local dentro da história cristã. Assim também como a cruz traduz, mesmo sem que seja pronunciada qualquer palavra sobre a mesma.
O apóstolo Paulo em 1 Coríntios 1.18: “Certamente a palavra da Cruz é loucura para os que se perdem, mas para nós, que somos salmos, poder de Deus”

Quando olhamos para a cruz, podemos ver duas vigas que se cruzam. Uma extremidade da viga vertical aponta para o céu, como se descobrisse o lugar de onde veio o Salvador a este mundo e para onde ele voltará. Já a outra extremidade está mergulhada no solo, como se cavasse nesta terra para atingir o inferno e proclamar o juízo.

Na segunda viga, dois braços se estendem, na posição horizontal, para o ocidente e para o oriente, tendo assim duas visões diferentes:
Primeiro como para deter a humanidade em seu caminho de perdição, como se fosse as balizas por onde a humanidade deve caminhar.
Em segundo lugar é como se a cruz de braços abertos desejasse abraçar o mundo inteiro.

Precisamos examinar a posição destas duas vigas ligadas uma a outra. No lugar em que se cruzam está o corpo do salvador. O Jesus que morre. O Jesus que se entrega. O Jesus que está morto. O Jesus que está pendurado na cruz é o Filho de Deus.

Assim nos diz o evangelho de João 19 17-18: “Jesus saiu carregando ele mesmo a cruz para o lugar chamado Calvário. Ali os soldados pregaram Jesus na cruz.”

Depois de um julgamento muito duvidoso Jesus é levado pelos soldados até o alto de um monte chamado Calvário. Ali Jesus é crucificado durante a crucificação vamos ouvir uma musica. Uma musica de uma nota só. Uma musica terrível.
Essa musica é tocada por um instrumento nada convencional. Um martelo e um cravo/prego. (Bater o prego na madeira)

Essa é a musica que se ouviu no alto do Calvário. Muito diferente das nossas musicas super produzidas dos nossos tempos modernos. Essa musica (bater novamente) é uma musica de dor de sofrimento e de entrega.

O segundo momento que temos é o está consumado. Pare e ouça. Consegue imaginar o grito que vem da cruz? O céu está escuro. As outras duas vitimas estão gemendo. As línguas mordazes estão caladas. Talvez haja um trovão. Talvez haja choro. Talvez haja silencio. Então Jesus da um suspiro profundo, empurra seus pés para baixo naquela cruz romano e grita: ESTÁ CONSUMADO.
O que está consumado?
O longo plano histórico da redenção do homem estava consumado. A mensagem de Deus ao homem estava consumada. A tarefa de selecionar e treinar embaixadores estava consumada. O trabalho estava concluído. A canção fora cantada. O sangue fora derramado. O sacrifício fora realizado. Tudo acabou.
Depois dessa musica vem novamente o silencio. O silencio da morte. O silencio do tumulo frio.
Para finalizar:

O silencio do tumulo frio também é quebrado. Quebrado pelo som da vida. Quebrado pelo som do Filho de Deus que volta a viver.

O silencio da morte é quebrado pela vida é o que nos move para no domingo celebrar a páscoa.

A musica que se ouviu no Calvário tocada entre o martelo e o cravo foi única. Nunca mais essa musica foi ouvida. Mais até hoje ela continua a ecoar de geração em geração

Que a nossa geração possa aprender a silencio e ouvir aquilo que Deus tem a nos dizer e a nos falar.

Medite sobre isso e que Deus te abençoe!


CONFISSÃO DE FÉ
Como resposta a palavra que acabamos de ouvir e movidos pelo Deus de amor queremos agora confessar a nossa fé.

Creio em Deus Pai, ...


CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 50 - Hinário HPD – Nosso corações pertencem


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Graças te damos Senhor por este tempo de celebração. Agradecemos por tua palavra que é uma palavra viva e que tem falado a nós em todos os momentos. Senhor Deus que possamos silenciar diante da cruz para que possamos ouvir a tua voz e assim entender os teus desígnios a cada de nós. Não permita Senhor que o barulho a nossa volta não nos faça ouvir a tua voz. Que sejamos lembrados constantemente que o está consumado da cruz do Calvário nos traz vida nova e abundante. Que tenhamos um coração grato pela benção que recebemos diante da entrega de Jesus.
Assim também Senhor ouve os nossos pedidos: (aqui colocar os pedidos que foram levantados antes da oração). Ouve Senhor e se te aprouver e atende a nossa oração segundo aquilo que tu tens proposto para cada um. Pedimos também Senhor, que não permitas que percamos o sentimento de ser comunidade e vier em comunidade. Que em torno da cruz de Cristo possamos aprender a amar, perdoar e a servir.
Lembramos Senhor dos doentes, dos enlutados, do que passam por necessidade e especialmente por aqueles que perderam a esperança na vida. Dá Senhor que estes sejam lembrados do teu profundo amor que foi expresso e demonstrado na cruz do Calvário.
Lembramos do nosso mundo. Mundo este carente de paz e de amor. Lembramos do nosso país, que também tua graça aqui nos alcance. Que tua ira e justiça recaia sobre os nossos governantes que não agem com ética e que estão envolvidos em tantos escândalos.
Por nossas famílias pedimos. Cuida de cada um. Que possamos voltar as nossas casas em paz e segurança e dá Senhor que nosso coração seja preenchido de alegria quando no domingo celebrarmos a Páscoa. Assim Senhor, nossos pedidos e agradecimentos, nossas alegrias e frustrações, nossas duvidas e certezas colocamos na oração que teu Filho nos ensinou dizendo:

Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
O Senhor Jesus Cristo:
Esteja ao teu lado para te defender.
Esteja dentro de ti para te conservar
Esteja diante de ti para te conduzir
Esteja atrás de ti para te guardar
Esteja acima de ti para te abençoar

ENVIO
Ide em paz e servi ao Senhor com alegria


CANTO FINAL
Nº 373 - Hinário HPD – Deus te abençoe
 


Autor(a): Missionário Elcio Ricardo da Silva
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Natureza do Domingo: Sexta da Paixão

Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 19 / Versículo Inicial: 16 / Versículo Final: 30
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2018
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 45596
REDE DE RECURSOS
+
Vivam como pessoas que pertencem à luz, pois a luz produz uma grande colheita de todo tipo de bondade, honestidade e verdade.
Efésios 5.8-9
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br