Jesus é o Caminho

A atualidade dessa mensagem

14/05/2017

Estimada Comunidade:

A carta de 1Pedro 2.2-10 deseja destacar o papel de todos os membros da comunidade na construção do templo vivo de Deus. Jesus é a pedra viva, o fundamento, a base para construir a casa de Deus. Sobre essa pedra se colocam as demais pedras, os seguidores de Jesus; de tal forma, pois, que não somos apenas espectadores da construção. Somos artífices e ao mesmo tempo matéria fundamental para atingir a construção do grande edifício humano, levantado sobre a rocha, Jesus Cristo, sustentado pela coluna do Espírito Santo e estruturado com a ativa cooperação de cada um dos batizados. Martim Lutero enfatizava que a partir do Batismo somos chamados ao sacerdócio geral , isso é, somos chamados a participar da construção da igreja de Cristo. Todos somos ministros(as), todos sacerdotes, todos servidores à serviço do Reino de Deus.

O evangelho de João 14.1-14 revela uma situação crítica vivida pela comunidade nascente provocada pelo ambiente hostil e perigoso em que vai se desenvolvendo. Diante do conflito dentro da Comunidade, o Evangelho diz que Jesus não somente é a pedra fundamental, mas é também caminho, verdade e vida. Os discípulos estão confusos diante das palavras de Jesus. Nos versículos anteriores, Jesus anunciou a traição de Judas e a negação de Pedro. Este episódio reflete que os discípulos não entendem o caminho de Jesus.

Jesus é o caminho. Qual é a novidade? Isto já sabemos. Então para que lembrar? Por que dizer que Jesus é o caminho se todas as pessoas cristãs já o sabem? Parece desnecessário. Porém quando lembramos para quem Jesus disse estas palavras nos damos conta de que algumas coisas precisam ser repetidas. Jesus disse isso para seus discípulos. Eles que estavam o tempo todo ao lado do mestre ainda não sabiam o caminho? Pelo que lemos no contexto do versículo parece que não. Isto mostra que o óbvio precisa ser repetido senão acaba no esquecimento.

Hoje ainda é assim: Muita gente sabe este versículo de memória, mas isto não significa que saibam o caminho. Para saber o caminho não basta saber de memória. É preciso saber de cor (de coração como ensina Rubem Alves). É mais ou menos como quando alguém nos ensina o trajeto para um determinado lugar. As orientações nos ajudam, mas somente conheceremos o caminho quando o percorrermos. Da mesma forma, saber que Jesus é o caminho ainda não significa que conhecemos o caminho para Deus. Este caminho somente conheceremos quando caminhamos com Jesus diariamente permitindo que ele molde nosso pensar e agir. E, mesmo assim, corremos o risco de nos desviarmos. Daí a necessidade de sermos lembrados constantemente que Jesus é o caminho.

Jesus é caminho, ou seja, é o projeto, o horizonte que orienta a vida. Em Jesus se manifesta o amor de Deus pela humanidade e lhes devolve a razão de viver em momentos de confusão e desespero.

Jesus é verdade: a mentira, o engano, a corrupção se apodera do coração das pessoas. A Palavra anunciada e testemunhada por Jesus, transforma-se em critério de verdade, em transparência que devolve a luz.

Jesus é vida: diante das forças da morte que causam terror, Ele dá sentido à vida, revela-se como Senhor da vida e vencedor da morte. E nele todas as pessdoas que apostam em favor de um projeto de vida, de verdade e amor, encontram um horizonte que pode salvar-lhes do caos, da injustiça, da corrupção, da exclusão e da maldade.

Quem crê em Jesus crê no Pai e será transparência do Ressuscitado. No fundo isso é comunidade cristã, uma forma de ser, de viver, de pensar – em sintonia com a vontade de Deus.

Porém a proposta de Jesus não é um assunto meramente individual, intimista, espiritualista. O projeto de seu seguimento é exigente e radical. Somos chamados a ser uma alternativa de vida, junto com outras alternativas de vida –representadas por outras pessoas e comunidades inspiradas até por outras religiões.

Os seguidores de Jesus não deveriam perder o tempo com acusações e ataques de uns contra os outros, porque um pensa de um jeito e outro de outro. Os seguidores de Jesus não deveriam se deixar seduzir pelo ódio que a cada dia se semeia em nossa sociedade.

Os seguidores de Jesus deveríamos seguir o Caminho de Jesus. O projeto de Jesus é que sejamos servidores da Vida mesmo em meio à morte que semeia o egoísmo humano. Somos chamados a ser uma alternativa nesse mundo. Cada vez que nos perdemos do Caminho que é Jesus, crescem também entre nós as injustiças, a intolerância social e posições de ódio.

Nossa missão, pois, como cristãos, é sermos uma alternativa de vida, de resistência e esperança para todos. Numa época como a nossa, marcada pela violência, pela incapacidade de escutar e de respeitar quem é diferente, devemos proclamar essa palavra de Jesus: Eu sou 'o' Caminho, a verdade e a vida”. Amém.

Fonte: Servicios Koinonia e P. Gilmar do Nascimento em www.luteranos.com.br
 


Autor(a): Nilton Giese
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste / Paróquia: Belo Horizonte (MG)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 14 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 14
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 42284
REDE DE RECURSOS
+
Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus.
Mateus 5.9
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br