Jeremias 33.14-16 - 1º Domingo de Advento - 02/12/2018

Caderno de Cultos 2018

02/12/2018

02/12/2018 - 1º Domingo de Advento
Pregação: Jeremias 33.14-16; Leituras: 1 Tessalonicenses 3.9-13; Lucas 21.25-36
P. Valdir Hobus – Paróquia de Sinop - MT


LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Saúdo a todos e todas com a Palavra Bíblica das Senhas Diárias para este dia. Hoje iniciamos um novo tempo. Advento é tempo de preparo, de espera, de olhar para o futuro com os olhos fixos nas promessas de Deus. O Salmo 85.7 nos diz: “Mostra-nos, Senhor, a tua misericórdia e concede-nos a tua Salvação.” Cremos pois que Cristo é a Salvação a nós prometida.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 05- Livro de Canto – Aqui Chegando Senhor

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Advento nos lembra que Cristo veio morar entre nós. Por isso, podemos afirmar que não estamos sozinhos. Firmados na promessa de Deus, de que quando dois ou três se reúnem em seu nome, ele ali estará, celebramos este culto na presença e em nome de nosso Trino Deus, que é Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 361- Livro de Canto – Erguei os arcos triunfais

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Isaias 55.6
Motivados por estas palavras, queremos nos achegar ao nosso Deus em confiança para confessarmos nossos pecados.
- Amado Deus, nós te agradecemos por nossa vida. Pela tua bondosa mão que nos trouxe até aqui, rendemos graças. No advento somos lembrados de que tu não esqueces os teus filhos e filhas, e sempre ouves seus clamores.
Rogamos-te que também ouças nossos clamores e suplicas. Confessamos a ti todo nosso pecado, nossas falhas e injustiças nesse momento de oração silenciosa. (Tempo de silêncio para oração individual). Escuta nossa oração, e atende nossa súplica, bondoso Deus. Concede-nos tua graça e teu perdão. Em nome de Cristo Jesus, amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Assim nos diz o próprio Cristo: “Quem a mim se achegar, de modo nenhum o lançarei fora.” João 6.37
Que assim o Senhor conceda seu perdão a todos e todas nós. Amém.

KYRIE
Motivados por esse amor incondicional, nós somos desafiados a olhar em nossa volta, e percebermos situações de dor e sofrimento. (Aqui podem ser enumeradas situações específicas). Levamos todas essas situações diante de Deus enquanto cantamos Kyrie Eleison (Escolher alguma versão conhecida pela comunidade)


ORAÇÃO DO DIA
Eterno Deus, Tu que vens ao nosso encontro em Cristo Jesus, nós te pedimos: ensina-nos a viver nossa fé de maneira a deixar sinais de teu amor por onde passamos. Que neste tempo de Advento tenhamos um coração aberto para a tua Palavra transformadora e vivificadora. Dá-nos agora sabedoria e discernimento ao ouvirmos e meditarmos na tua Palavra. Que ela produza bons frutos em nós. Por teu Filho amado, Jesus Cristo é que oramos. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: 1 Tessalonicenses 3.9

2ª Leitura Bíblica: Lucas 21.25-36
Cantemos: Aleluia

3ª Leitura Bíblica: Jeremias 33.14-16

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 164- Livro de Canto – Seu nome é maravilhoso

PREGAÇÃO
Estimada comunidade,
Nossos textos para este culto trazem um tema muito especial. Todos eles tem como pano de fundo a espera ou esperança.
Ainda me recordo dos tempos de minha infância. Uma das coisas mais emocionantes era esperar a chegada de um amigo querido, quando seus pais vinham visitar nossa família.
Quando ouvia falar que eles estavam vindo, começava o tempo maravilhoso de esperar, aguardar, me preparar. Ficava ansioso pensando em tudo que poderíamos fazer juntos naquele dia. Tomar banho de rio, fazer trilhas pela mata e descer os morros com nossos carrinhos de madeira. Quando ouvia o som inconfundível do Corcel 1 fazendo a curva, eu já corria para a estrada. Era a hora mais emocionante do dia.
Esperar nem sempre é bom. Quando temos que esperar o resultado de um exame, por exemplo, a espera se torna penosa. Contudo, nossos textos bíblicos estão falando de uma espera diferente. Jeremias fala da espera pela restauração. A expressão “eis que vêm dias” aparece três vezes no texto. Refere-se a uma nova situação após o exílio babilônico. Se até o presente momento os pastores (23.1-4) não souberam guiar o povo pelos caminhos de Deus, este pessoalmente assumirá a liderança a partir de um renovo que brotará de Davi. O povo vivia na esperança de um novo reino que trouxesse paz, segurança e prosperidade. Este renovo é a esperança para o povo desiludido. Ele brotará”, ainda virá, é futuro. Para o povo de Israel seria um rei político como Davi, pois ele salvará Judá e Jerusalém.
Também nós e o povo em geral experimentamos tempos amargos, difíceis, pesados, injustos. Entramos na época de Advento sem ânimo para festejar algo novo. Mas, quer queiramos ou não, soam em nossos ouvidos as palavras que nos enchem de esperança. Assim o texto de Paulo aos Tessalonicenses expressa o desejo de que as pessoas cresçam no amor de uns para com os outros, pois a vinda de Jesus está próxima. O Evangelho segundo Lucas fala dos sinais que acompanharão a vinda de Jesus. E em Jeremias este renovo de justiça é chamado Senhor, Justiça Nossa.
O Advento, portanto, quer abrir nossos olhos para ver além das dificuldades do dia-a-dia. Olhar para longe, para Deus na sua Palavra, que renova as suas promessas conosco de não nos abandonar, de não nos deixar à mercê das injustiças, mas de estar conosco e implantar através de nós o seu reino de justiça e paz.
Assim como no exemplo contado no início, também hoje, o anúncio da chegada de um novo tempo quer nos encher de alegria e esperança. Não deixemos que as dificuldades e adversidades de nosso tempo apaguem em nós a alegria de esperar algo ou alguém muito especial.
Advento é o tempo de ouvirmos os sons da chegada e de nos prepararmos! Assim como o som do velho corcel de meu amigo fazendo a curva me enchia de alegria, assim também os sons do advento, a Palavra de Deus anunciando: eis que vem dias...” nos renove o ânimo e a alegria, firmados na esperança em Cristo Jesus.
Quero concluir com uma ilustração que nos ajudará a compreender o tema esperança:

Certa vez um jovem procurou um sábio na intenção de descobrir o que realmente significava esperança. O jovem estava ansioso, e acreditava que o sábio iria lhe oferecer um bom tempo de profundo conhecimento, acreditava que iria desfrutar, certamente de uma das mais preciosas palestras de sua vida. Ao chegar percebeu que o local, uma aldeia, era muito simples, e perguntando pelo sábio descobriu também que residia em uma casa modesta, com fogão a lenha, sem luz elétrica, sem eletrodomésticos, nada muito sofisticado. Era um homem do campo. Isso lhe trouxe preocupação e perguntas: como pode ser um sábio morando em lugar tão ermo e vivendo nesta simplicidade?

O jovem ao chegar fora muito bem recebido. E logo foi fazendo perguntas e mais perguntas, ficando impressionado com sua sabedoria, até chegar naquilo que mais queria: como o senhor sendo sábio, o mais sábio, definiria a esperança? Foi então para isso que você veio? perguntou o sábio. O jovem assentiu com a cabeça. Pois bem, é como o nascer do Sol. O jovem ficou pensativo e na sua expressão percebia-se a decepção. Então disse: Mas como…, só isso? O sábio respondeu: a escuridão da noite traz medo e preocupação, esperamos o sol raiar e com ele um novo dia. Simples como deve ser. Concluiu.

A humanidade estava na escuridão, mas o sol nascente trouxe vida: Jesus Cristo – o filho de Deus. Amém.


HINO
Nº 363- Livro de Canto – Então se verá

CONFISSÃO DE FÉ
Motivação para Confissão de fé.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº472 – Livro de Canto – Graças, Senhor, eu rendo


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Bondoso Deus, somos gratos por este culto, pela tua Palavra e pela comunhão que podemos experimentar mais uma vez. Agora nos unimos em oração para interceder por estes motivos que mencionamos (podem ser repetidos aqui). Com tua mão bondosa e curadora ampara aos doentes, acamados e entristecidos. Faz com que também eles tenham esperança.
Oramos por nossa igreja, pelos ministros e ministras, lideranças. Dá sempre teu Espírito Santo, para que com alegria e dedicação anunciem teu amor a todas as pessoas.
Cuida de nossas famílias, das pessoas que não puderam estar conosco neste culto. Fortalece a fé de cada um, para assim continuarmos dando testemunho com coragem e alegria.
E, tudo aquilo que ainda está em nosso coração, e que não expressamos em palavras, te entregamos orando como Jesus nos ensinou...
PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que a bênção do Eterno Deus esteja sobre todos e todas vocês.
Que o caminho seja brando a teus pés e o vento sopre leve em teus ombros.
Que o sol brilhe cálido sobre tua face e as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja, Deus te guarde na palma de sua mão.


ENVIO
Vamos em Paz, sejamos porta-vozes da esperança, e vivamos este tempo de preparo chamado Advento, com intensidade e dedicação, servido ao Senhor com alegria.

CANTO FINAL
Nº 567- Livro de Canto – Fonte eterna de Amor
Ou __________
 


Autor(a): Pastor Valdir Hobus
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Domingo: Advento
Perfil do Domingo: 1º Domingo de Advento
Testamento: Antigo / Livro: Jeremias / Capitulo: 33 / Versículo Inicial: 14 / Versículo Final: 16
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2018
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 49701
REDE DE RECURSOS
+
Jamais a fé é mais forte e gloriosa do que ao tempo da maior tribulação e tentação.
Martim Lutero
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br