Jeremias 15.15-21 - 13º Domingo de Pentecostes - 03.09.2017

Caderno de Cultos 2017

03/09/2017

LITURGIA DE ABERTURA
ACOLHIDA
Bom dia (ou boa noite) a todos. O Espírito Santo capacita várias pessoas para dirigir sua palavra. Como Lutero falou há o sacerdócio especial, ocupado pelos(as) ministros(as), e há o sacerdócio universal, concedido a todos aqueles que creem em Jesus como seu Salvador. No culto de hoje queremos relembrar isso e orar pedindo ao Pai que nos conceda um bom uso dos dons que Ele nos dá.

Quero saudá-los ainda com as palavras bíblicas para este 13º domingo de Pentecostes conforme Jeremias 15.16 que dizem: “Ó Senhor, eu sou teu, e por isso as tuas palavras encheram o meu coração de alegria e de felicidade”. Que o agir do Espírito Santo e suas palavras também encham nossos corações de alegria. Amém.
Recebemos com alegria e agradecemos a todos e a todas que nos visitam. Sejam bem-vindos/as. É muito bom tê-los/as conosco. O nosso desejo é que vocês sintam, por meio da nossa comunidade, o amor do próprio Deus. E que desejem estar conosco muitas outras vezes.
CANTO DE ENTRADA
Nº ____________________________________________________
SAUDAÇÃO
Celebramos este culto em nome do Deus Triuno, que é Pai, Criador de tudo o que há, que é Filho, Jesus, o Salvador, que é Espírito Santo, nosso Ensinador, Inspirador e Fortalecedor da fé.
CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Em Tiago 1. 13-15 lemos: “Quando alguém for tentado, jamais deverá dizer: Estou sendo tentado por Deus. Pois Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta.
Cada um, porém, é tentado pela própria cobiça, sendo arrastado por esta e seduzido.
Então a cobiça, tendo engravidado, dá à luz o pecado; e o pecado, após ter-se consumado, gera a morte”.
Inspirados por estas palavras de Tiago, convido a todos a ficarmos um tempo em silêncio e expressar diante de Deus o peso da culpa que carregamos por causa dos nossos pecados. O pecado produz tristeza, dor, sofrimento. Como Tiago resumiu com a palavra “morte”. Agora temos a oportunidade de nos arrependermos e de dizer a Deus o quanto o amamos e o quanto sentimos quando falhamos em pensamentos, palavras e ações que O desagradam. É oportunidade de nos lançar aos pés de Jesus e implorar seu perdão e pedir para que o Espírito Santo nos transforme.
CONFISSÃO DE PECADOS: Amado Pai! Neste dia mais uma vez, colocamo-nos na Tua presença manifestando a nossa fragilidade, reconhecendo os nossos erros, a nossa frieza em relação a Ti, ao sofrimento alheio, sofrimento do mundo. Reconhecemos Senhor que nem sempre damos oportunidade para a ação do Espírito Santo em nossa vida. Quando o senhor procura nos corrigir nós nos fazemos de surdos, não queremos te ouvir. Perdoa-nos ó Deus quando entristecemos ou afastamos o Espírito Santo das nossas vidas pelas nossas escolhas erradas. Perdoa ó Senhor os nossos pecados, tem misericórdia de nós. Renova em nos a alegria, o amor e a paz que vem de Ti, concede-nos Teu perdão, em nome de Jesus. Amém.
ANÚNCIO DO PERDÃO
Nos alegremos, pois, todas as vezes que sinceramente pedimos o perdão de Deus, Ele nos perdoa. Por através de Cristo fomos acolhidos nos braços de Deus, de Cristo e do Espírito Santo. Assim nós temos o privilégio de receber perdão, salvação e vida eterna. Desta forma, podemos ter a certeza de que aqueles que com o coração sincero pediram perdão, o recebem da parte de Deus.
KYRIE
Como filhos e filhas de Deus não queremos ser indiferentes as tristezas de outros (as). Por isso lembramos que há outros neste mundo que também sofrem. Assim clamamos a ação do Teu Santo Espírito, pedindo que venha ao encontro daqueles que sofrem e que ainda não encontraram sentido de vida, teu perdão e tua paz.
Ouve-nos Senhor quando também cantamos clamando: Pelas dores deste mundo.
GLÓRIA IN EXCELSIS
Na certeza que Deus se faz presente, e nos contagia como agir do Espírito Santo cantamos dando graças ao Senhor:
CANTO:
Ou: Nº ____________________________________________________

ORAÇÃO DO DIA
Bondoso e amado Deus, nós te agradecemos pela oportunidade que tu nos dás de sermos teus filhos e filhas, agradecemos pelo teu amor, pelo teu cuidado, pelo teu perdão. Pelas vezes que mesmo não percebendo, tu estás conosco e nos guarda dos perigos. Agradecemos que neste dia, pudemos abrir os nossos olhos, e recebemos de ti, mais um dia de vida. Obrigado Senhor pelas tuas bênçãos infinitas. Agradecemos Senhor, que também no sofrimento, tu estás conosco, nos consola e fortalece. Ajuda-nos a reconhecer quando Tu falas a nós, mas por causa de nosso pecado somos impedidos de te ouvir. Pedimos que tu abençoes também este momento de receber a Tua Palavra. Que sendo lançada, ela caia em nossos corações e que encontre corações receptivos ao teu amor. Inspira-nos com o te Espírito Santo. Em nome de Jesus. Amém.
LITURGIA DA PALAVRA
LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Mateus 16.21-28
2ª Leitura Bíblica: Romanos 12.9-21
CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº ____________________________________________________
PREGAÇÃO
Leitura: Jeremias 15.15-21
Querida comunidade!
Seus conhecidos daquele homem pensavam que ele era um encrenqueiro e isolado, talvez um maluco religioso. Ele não era casado, para aquele tempo algo muito incomum. Tinha poucos amigos. Ele frequentou festas com ninguém, ou na verdade ninguém o convidou. Ele estava sempre a falar de Deus, de uma forma muito desagradável e perturbadora. Em nome de Deus, ele denunciou a maldade de seus contemporâneos, chamou-os ao arrependimento e ameaçando com uma punição impiedosa da parte de Deus. Ele falou que seu povo iria passar por uma guerra terrível, uma terrível derrota e um cativeiro humilhante.
Seu nome era Jeremias. Sabemos agora que ele realmente falou em nome de Deus. E Deus era quem tornava a sua vida diferente. Não foi por seu propósito ou voluntariamente que se tornou um mensageiro de Deus. Pelo contrário, Deus o chamou numa visão quando ele ainda era um jovem. Jeremias inicialmente se recusou e disse que ele era muito jovem para pregar, ninguém iria ouvi-lo. Mas Deus não aceitou as suas desculpas, e, em seguida, Jeremias adicionado ao grupo que fala dos planos de Deus.
Ele tinha que ser um pregador da desgraça vinda de Deus a maior parte de sua vida, por mais de cinquenta anos. E assim sua vida foi marcada por esta missão, ou de fato: sobrecarregada. Jeremias foi evitado, ridicularizado, insultado e perseguido. Aos poderosos da terra que o tiverem sob sua mira ele era um agitador perigoso aos irmãos e queridas irmãs na fé!
Nós sabemos pela Bíblia que Jeremias sofreu muito por causa do seu trabalho. Jeremias nos dá uma visão não só de seus sermões e de suas circunstâncias, mas também de sua alma. Grande parte de suas conversas com Deus estão escritas lá, também suas ações, suas orações e as respostas de Deus.
Nosso texto de pregação é um trecho de uma conversa do Profeta com seu criador e convocador. Podemos imaginar que esta conversa aconteceu ao final de um dia deprimente. Mais uma vez ele havia pregado. Mais uma vez seus inimigos o trataram amargamente. Mais uma vez tornou-se dolorosamente consciente de sua exclusão. Talvez ele tivesse rejeitado totalmente este dia frustrante e começou a falar com Deus. Ah, Se eu apenas não tivesse nascido! Ele se lamentou no início. E o que ele tinha a dizer ao seu Senhor celestial acabamos de ouvir no texto lido para pregação: lembra-te de mim e vem em meu auxílio e vinga-me dos meus perseguidores.”(Jeremias 15:15). Uma suave reclamação ressoa nestas palavras; Jeremias se sente tratado injustamente. Ele se empenhou em anunciar adiante as duras mensagens de Deus, ele foi obediente, ele foi fiel. Agora ele teve de sofrer enquanto que tudo vai bem aos seus adversários. Até agora, Jeremias tinha se consolado, por essa aparente injustiça, com a certeza de que ele, como um profeta, estava muito mais perto de Deus e da função de profeta que os outros. Ele estava sentado na fonte da Palavra de Deus, e para ele a palavra de Deus era reconfortante e útil. Ele internalizou esta palavra; era seu pão de cada dia, ela moldou sua vida. Ele reconheceu isso em sua oração: Achando-se as tuas palavras, logo as comi, e a tua palavra foi para mim o gozo e alegria do meu coração; porque pelo teu nome sou chamado, ó Senhor Deus dos Exércitos. ” o nome de Deus, na verdade, está mesmo no nome de Jeremias, Jahwe, ou seja, o nome do Senhor: Jahwe, funda, estabelece, constrói. Esse é o significado do nome “Jeremias’.
Mas agora as condições de vida tornaram-se tão graves que até mesmo Deus parecia tê-lo esquecido. Aos olhos de Jeremias Deus deixa a sua raiva para ele, e para os adversários sua bênção. Isso tinha que mudar! Onde estava a justiça de Deus? Jeremias lamentou: Você se tornou como uma nascente enganosa, que não quer mais a jorrar. Na verdade, Jeremias não falou aqui de uma fonte, mas de um rio que fornece água somente durante a estação chuvosa e seca no verão. E agora para piorar a situação o fluxo de bênçãos de Deus deve secar? Aquela fonte que anteriormente confortou-o e o manteve vivo? Foi tudo em vão, seria o fim de tudo?
A resposta de Deus a Jeremias é exigente. Ela foi direcionada para alguém maduro na fé. Deus não prometeu a Jeremias, que a sua vida seria mais fácil no futuro. Ele também não lhe prometeu que os seus pensamentos de vingança seriam satisfeitos, ou que ele ainda veria a queda de seus inimigos. Deus respondeu assim: Se você ficar comigo eu vou ficar como você, e você será meu pregador. E se você falar o que quero e não levianamente, você será como a minha boca. Deus advertiu Seu Profeta: “Não seja frouxo, não se engane na tua tarefa e se mantenha fiel a mim! Não se deixe levar pela tentação de me acusar! Então você continuará sendo o meu mensageiro, e eu vou fazer com que os outros não possam fazer mal para você. Chegará o tempo em que eles vão perceber que você está certo. Apenas não deixe eles te convencerem. Eles é que devem te ouvir e não você a eles! Porque eu farei de você um forte muro de bronze para esse povo. Se eles lutarem contra você, eles não vão te vencer E no fim, Deus deixe a Jeremias beber novamente do consolo glorioso de sua palavra, a magnífica promessa. Eu estou com você, eu vou te ajudar e te salvar. Eu quero que te salvar das mãos dos ímpios e te resgatar das mãos dos cruéis.
Deus ouviu o grito de socorro de Jeremias: Eu estou com você, eu vou ajudá-lo. Quando lemos esta frase no idioma hebraico original, a palavra que está lá e significa ajudar é Jascha. É a mesma palavra que está dentro em nome Jesus. Jesus significa ajudante e Salvador. Não quero forçar dizendo que Jeremias já sabia do Salvador. Mas nós sabemos. Em meio as dificuldades e desânimos que enfrentamos, assim com Jeremias enfrentou, temos a ajuda que precisamos, Jesus. O mundo com seus erros e enganos não está jogado ao acaso. Deus ajuda, Jesus está aí.
Queridos irmãos e irmãs, Deus conduz cada um de nós de uma forma própria, individual, original. Hoje nossa vida é muito diferente da vida do profeta Jeremias, mesmo que algumas situações ainda se repitam. Provavelmente, as necessidades e os desafios de Jeremias são bastante estranhos para a maioria de nós. Há outras necessidades e tentações em nossas vidas. Talvez eles talvez não estejam relacionados com a nossa fé. Em todo caso, devemos saber onde encontrar ajuda.
Em momentos de dificuldade devemos coloca-las diante de Deus, como Jeremias fez. Podemos jogar aos seus pés todo o sofrimento, toda a dor, toda a frustração e qualquer decepção. Deus ouve pacientemente, e ele responde. Sua resposta a Jeremias é uma resposta atemporal a qual podemos nos dirigir com segurança. Eu estou com você, eu vou ajudá-lo, e salvá-lo. Ele já ajudou através de seu “ajudante”; Ele já salvou através de seu Salvador. Ele não promete nos dar uma vida sem problemas. Porque ainda vivemos num mundo em grande parte oposto a vontade de Deus. Mas ele promete ficar perto de você, se você continuar a confiar nele. Sua palavra não era comida e conforte apenas para Jeremias, também o é para você, comida e seu conforto. Na Santa Ceia você tem a Palavra de Deus que pode realmente ser colocar em nossas bocas e podemos comer. Jesus que é o Verbo, a Palavra feito carne.
O chamado de Deus foi para você também. No batismo Deus te chamou para ser filho dEle. Ceia e batismo, Palavra e sacramento de Deus – Oferta de Deus para manter-nos se precisamos de ajuda. Deus nos mostra que ele não é nenhuma fonte duvidosa, que dá um pouco de água e, em seguida, de novo não. A água viva do Evangelho flui continuamente e para sempre, para todos os que se consideram Jesus Cristo a fonte da água viva.
E quando muitos se opõem a nos ouvir quando temos algo da parte de Deus. Tenhamos coragem, pois Ele nos salvará. Amém.
HINO
Nº ____________________________________________________
CONFISSÃO DE FÉ
Em resposta à Palavra, confessemos a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico:
Creio em Deus Pai, ...
CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº ____________________________________________________

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________
Senhor, nosso Deus de amor! Enche-nos com Teu Espírito Santo para que em nós e através de nós a Tua Salvação chegue a cada coração que ainda não Te conhece. Ali onde há resistência a tua Palavra tem misericórdia e faze com que as pessoas se convertam. Que sejamos propagadores do Teu Evangelho a partir daquilo que também o Espírito Santo faz em nós. Santifica-nos e guia-nos, para que com nossas vidas possamos te honrar. Transforma nossas vidas com Teu agir restaurador.
Assim agradecemos por tudo o que temos recebido e experimentado de Ti, na certeza que muito mais Tu farás àqueles que creem no Teu Santo Nome.
Agradecemos ainda pelos aniversariantes, pela tua bondade na vida de cada um deles e pedimos que os guarde em teu amor. Intercedemos pelos doentes, sabemos que nossa vida é frágil. Ensina-nos a termos cuidado com nossa saúde e nos ensina a não temer a morte, mas que devemos estar preparados para a sua chegada. Preparados com uma fé firma em nosso Salvador Jesus Cristo.
Intercedemos ainda pelas autoridades do nosso país, estado e cidade. Que eles governem para o bem do teu povo. Dá que onde forem culpados por roubos e desvio de verbas haja arrependimento e conversão. Dá que nossos juízes julguem também buscando o bem do país.
Cuida e orienta também a nossa IECLB em todo o âmbito nacional, também os trabalhos em nossa paróquia/comunidades. Que todos trabalhem para honra e glória do teu nome, testemunhando o teu amor no mundo. Inspira Senhor a cada um destes órgãos sempre de novo com teu Espírito Santo.
Assim Deus Salvador, entregamos tudo nas tuas mãos, na certeza que tu ouves a nossa oração, e que irás respondê-la conforme a tua santa vontade. E tudo mais que não conseguimos expressar com nossas palavras incluímos na oração que Teu filho Jesus Cristo nos ensinou a orar, e em nome de quem nós oramos, dizendo juntos....
PAI NOSSO
Pai nosso ...
LITURGIA DE DESPEDIDA
AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
BÊNÇÃO
Que o Senhor te abençoe e te guarde, que o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti, que o Senhor levante o seu rosto sobre ti e te dê e acompanhe com a sua paz. Amém
ENVIO
Vamos todos na paz do nosso bondoso Deus, servindo-o de todo o nosso coração, permitindo que o Espirito Santo sopre o seu sopro sobre as nossas vidas.
CANTO FINAL
321- HPD II– Vento que anima
 


Autor(a): P. Osmar Diesel
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 13º Domingo após Pentecostes
Testamento: Antigo / Livro: Jeremias / Capitulo: 15 / Versículo Inicial: 15 / Versículo Final: 21
Título da publicação: Caderno de Cultos / Ano: 2017
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 42818
REDE DE RECURSOS
+
Deus diz: trabalha, deixa de preocupar-te, eu te vou dar tudo. Depois de Ele o ter dado, aí, sim, deves empenhar o teu cuidado, distribuindo de forma justa o que recebeste, assim que não o guardes para ti, mas que dele possam usufruir a tua família e outros mais.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br