Êxodo 34.29-35 - Último Domingo após Epifania - 03/03/2019

Caderno de Cultos 2019

13/12/2018

03/03/2019 - Último Domingo após Epifania – Transfiguração do Senhor:
Texto de prédica: Êxodo 34.29-35
Demais leituras: Salmo 99, 2 Coríntios 3.12–4.2, Lucas 9.28-36(37-43)
P. Osmar Diesel – Rondonópolis – MT
LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom dia a todos. Bom dia aos membros da comunidade e também aos visitantes. Os discípulos viram Jesus com outra aparência. Ali estava mais visível a diferença entre Jesus e nós que somos apenas seres humanos. Jesus é um ser humano, mas ele é mais, ele é Deus que veio ao nosso encontro. Que possamos vê-lo como nosso Deus salvador.

CANTO DE ENTRADA
Nº 14 - Livro de Canto da IECLB – Deus está presente

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Jesus é o Deus que se fez um ser humano. Que Deus nos revele a verdadeira identidade de Jesus. Que essa revelação nos leve a sermos gratos por todo o seu ensino. Que esse ensino nos torne humanos que Deus desejou ao nos criar.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 74 - Livro de Canto da IECLB – Tua é a glória e a honra também

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Senhor, sempre somos apresentados a ideias a teu respeito que procuram explicar quem é Jesus. Porém essas ideias nem sempre estão certas. Muitas vezes te apresentam como se não fosse um ser humano outras vezes como se não fosse Deus. Perdoa-nos quando nos deixamos levar por esses pensamentos. Sabemos que para o Senhor agir em nossas vidas e nos libertar do pecado precisamos entender bem quem somos e o verdadeiro significado de tua vinda ao mundo. Por isso ajuda-nos a reconhecermos que somos pecadores e que o Senhor é nosso Salvador. Dá que esse perdão se expresse no amor as pessoas com quem convivemos.
Confiantes na tua graça, pedimos perdão pelo nosso pecado e que o Espírito Santo nos permita viver contigo como nosso Senhor. Amém

 

 

 

ANÚNCIO DO PERDÃO

Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou. Colossenses 3.13.
KYRIE
Ao nosso redor há muita dor e sofrimento clamemos a Deus pela sua misericórdia cantando.

Nº 56 - Livro de Canto da IECLB – Pelas dores deste mundo.
Ou: Nº ____________________________________________________


GLÓRIA IN EXCELSIS
Cremos que Jesus é o Senhor deste mundo e Ele faz muito por nós. Por isso cantamos exaltando seu Santo Nome:

Nº 84 - Livro de Canto da IECLB – Te agradeço
Ou: Nº ____________________________________________________

ORAÇÃO DO DIA
Senhor de Ti vem toda bondade que se mostra na natureza, naquilo que temos para comer, no lugar que temos para morar, na saúde, nas capacidades para o trabalho e no emprego que temos. Deixa-nos reconhecer teu cuidado e teu amor. Deixa-nos reconhecer a graça de teu perdão por meio de Jesus Cristo. Que teu Santo Espírito conceda a nós vontade de te servir e os dons necessários para isso. Por teu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS

Salmo 99

2 Coríntios 3.12–4.2

Lucas 9.28-36(37-43)


CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº - 173 - Livro de canto da IECLB – Nome sobre todo nome
Ou: Nº ____________________________________________________

PREGAÇÃO
Êxodo 34.29-35

Graça e paz da parte daquele que é, que era e que há de vir.

Leitura do texto

Estamos no último domingo de epifania, que significa revelação. Falando em revelar lembramos das brincadeiras de amigo secreto. Há varias maneiras de brincarmos. Há amigos secretos de oração, alguém está orando por mim, apenas não sei quem é até o dia da revelação. Em muitos grupos já fizeram ou fazem. Há amigos secreto de visitas, assim também recebo visitas de alguém que um dia se revela como meu amigo. E o mais conhecido é o amigo secreto de presentes, que em um dia marcado vai me presentear e se revelar.
Deus também foi revelando quem ele é na verdade em várias ocasiões. E isso não é brincadeira, é coisa séria. Quem é Deus na verdade?
Vamos ver com Moisés. Primeiro Deus se revelou somente a ele numa planta que apesar de queimar o fogo não apagava. Deus lhe dá a tarefa de falar com o povo de Israel e com o rei do Egito sobre a saída do Egito, da escravidão. Moisés não se sentiu muito animado com a tarefa, mas apesar dos argumentos de que não seria capaz não conseguiu convencer Javé.
Estamos em outra ocasião de revelação, da lei, de regras para o bom convívio com Deus e uns com os outros. A primeira experiência não foi muito boa. Na ausência de Moisés o povo faz um novo Deus. Queriam um Deus customizado.
A expressão “customizar” tem origem na palavra em inglês “custom”, um adjetivo que significa “feito sob a encomenda”, “elaborado sob a medida”.
Customizar é um termo muito usado em relação à moda. É o processo de transformar uma peça do vestuário, um sapato, uma bolsa etc., acrescentando características de acordo com seu gosto pessoal ou ao gosto do cliente, é criar uma peça única. Há muitos que hoje imitam o povo dos tempos de Moisés. Criam um deus elaborado segundo sua medida.
Deus desaprova aquela customização, se irrita e Moisés também e até quebra as tábuas onde as leis estavam escritas. Agora Moisés se encontra novamente com Deus e dessa vez acontece algo diferente, o rosto dele brilha. E penso que era por causa da fraqueza do povo, poderiam pensar: “Ah, isso é só história de Moisés, Deus nem falou com ele.” O rosto brilhando, que no início causou medo, era mostra de que Deus falava através dele.
Ao deixar de falar o rosto de Moisés perdia o brilho e ele o cobria. No Novo Testamento isso foi interpretado como uma fraqueza de Moisés, como se ele tivesse vergonha de ser um simples homem como os demais, sem brilho no rosto.

(Não somos como Moisés, que se cobria com um véu sobre a face para que os filhos de Israel não observassem que o resplendor em seu rosto estava se dissipando. 2 Coríntios 3.13)

Deus se revela e Moisés que oculta sua própria fraqueza. Assim somos nós pobres seres humanos.

Agora vejamos Jesus. Por que seu rosto e vestes brilham? De novo nos é revelado quem é Jesus e quem é Deus. Como Moisés tinha seu rosto brilhando e isso significava que Deus falava através dele, assim Deus mostrou àqueles homens que Ele fala através de Jesus. Jesus não se molda aos desejos das pessoas de sua época e por isso foi crucificado.
Vejamos o que isto tem a ver conosco. Você busca o Deus revelado em Jesus ou prefere fazer um deus nos moldes que te agradam? Hoje se perguntar para alguém se ele vai para o céu até assassinos e ladrões dizem que sim. Como se Deus não tivesse seus critérios para isso.
Quais são os critérios de Deus para termos vida eterna? Primeiro: Crer que não é por sua própria força ou mérito que Deus nos recebe. É a fé em Jesus que nos abre as portas. Segundo: Uma vez perdoado eu preciso abrir meus ouvidos e me deixar orientar pela vontade de Deus. Sua vontade é ver todos tendo uma vida digna. Como isso é possível? Arrependendo-se de seus pecados, de suas fraquezas sem querer tapar o rosto para que os outros não vejam nossos limites. Amando a Deus acima de tudo e ao próximo como a mim mesmo. Quando a vida de alguém expressa esses dois amores, então ali há salvação.
Que tudo o que fizermos e dissermos seja expressão do Deus verdadeiro e de seu amor. Amém.


HINO
Nº 167 - Livro de Canto da IECLB – Ao que está sentado no trono
Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE FÉ
Ouvimos a Palavra do Senhor e queremos reafirmar nossa confiança em Jesus, o Senhor que há de vir, confessando nossa fé unidos a irmãos e irmãs do mundo afora.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)

Nº 221 - Livro de Canto da IECLB – Oferta do coração
Ou: Nº ____________________________________________________


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________
Senhor louvamos o teu nome porque é o Senhor de nossas vidas, pedimos que pela tua Palavra outros também venham a reconhecer que tu és o Senhor e não os dirigentes deste mundo. Pedimos pelos doentes e por aqueles a quem a vida tem sido muito difícil ou por desemprego ou porque o seu relacionamento com outros está afetado. Pedimos por nossas comunidades, dá-nos sempre união. Obrigado que em meio as provações da vida o Senhor está junto a nós. Colocamos nossa país e nossos governantes em tuas mãos. Abençoa os bons e corretos e aos injustos dá que se arrependam e mudem de vida. Em tuas mãos entregamos essa semana e oramos como nos ensinas-te:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
O Senhor te abençoe e te guarde, o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Números 6:24-26

ENVIO
Nessa semana, haverá muitas oportunidades de vivermos como corpo de Cristo. Vamos testemunhar a outros que Jesus é Senhor. Vamos e sirvamos com alegria. Bom dia a todos.

CANTO FINAL
Nº 263 - Livro de Canto da IECLB – Paz, paz de Cristo
Ou: Nº ____________________________________________________
 


Autor(a): Pastor Osmar Diesel
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Domingo: Epifania
Perfil do Domingo: Último Domingo após Epifania
Testamento: Antigo / Livro: Êxodo / Capitulo: 34 / Versículo Inicial: 29 / Versículo Final: 35
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2019
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 50512
REDE DE RECURSOS
+
Assim como o fogo sempre produz calor e fumaça, também a fé sempre vem acompanhada do amor.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br