Escutem-me e venham a mim, ...e terão vida nova.

08/09/2017

 

A Bíblia muitas vezes nos surpreende com olhares tão atuais que não parecem vir de 2500 anos atrás. Assim acontece com o texto de Isaías 55,1-3:

“O SENHOR Deus diz: Escutem, os que têm sede: venham beber água! Venham, os que não têm dinheiro: comprem comida e comam! Venham e comprem leite e vinho, que tudo é de graça. Por que vocês gastam dinheiro com o que não é comida? Por que gastam o seu salário com coisas que não matam a fome? Se ouvirem e fizerem o que eu ordeno, vocês comerão do melhor alimento, terão comidas gostosas. Escutem-me e venham a mim, prestem atenção e terão vida nova. Eu farei uma aliança eterna com vocês e lhes darei as bênçãos que prometi a Davi.”

Estamos no tempo após o exílio de Israel na Babilônia. Os nestos dos exilados conseguem retornar para Israel e passam a reconstruir Jerusalém e a viver uma vida nova.

Esta vida era o grande sonho nos tempo do exílio, mas agora estão insatisfeitos com as precariedades e limitações. Por isso o profeta passa a dar orientações sobre em assuntos sensíveis até hoje: consumo e autoridade. O consumo é em grande parte movido por nossas escolhas, a autoridade se recebe, não dá para comprar o fabricar. Muita gente se queixa que não consegue consumir o que gostaria e que carece da autoridade que gostaria de ter.

Isaías tem uma visão clara mostrando que consumo e autoridade estão interligadas. Ele recomenda de concentrar-se no consumo no essencial: comida e bebida. Quando fazemos isto, teremos de sobra. Ele critica o povo que concentra-se no consumo de luxos e supérfluos.

Assim esquecem-se da aliança da sua eleição como povo de Deus. Se voltarem a servir a aliança com o Deus libertador de Israel, de repente receberão autoridade e serenidade natural: “Escutem-me e venham a mim, prestem atenção e terão vida nova.”

As palavras de Isaías atingem o nosso tempo em cheio. Para muitas pessoas viver bem é igual a consumir muito. Haja gente dando passo maior que a perna! Isto porque esperam que o consumo traria a vida. Grande engano! O consumo serve para comer e beber bem, a não passar necessidade, o resto da felicidade e da vida está concentrada a viver a aliança com nosso Deus.

Nosso estilo de vida ocidental pós-capitalista aposta todas as fichas nas promessas falsas do mundo do consumo. Podem ser vistos os efeitos danosos disso em toda parte: Depressão, ansiedade, egoismo, dependências químicas e enfim má distribuição de renda e poder aquisitivo e muito abuso de poder. Não estaria na hora de mudar?

Wilhelm Nordmann


Autor(a): P. Guilherme Nordmann
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste / Paróquia: Santos (SP)
Testamento: Antigo / Livro: Isaías / Capitulo: 55 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 3
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 43750
REDE DE RECURSOS
+
Assim diz o Senhor: Buscai-me e vivei.
Amós 5.4
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br