Eis o Cordeiro!

09/03/2018

Reparo que, de época em época, uma igreja faz sucesso na cidade (ou região). É a igreja da moda. Faz alarde, movimentando a população, principalmente os jovens. O nome da igreja faz sucesso até na mídia popular. No fim, é tudo vento e desaparece, algumas vezes até de forma escandalosa. Outras vezes, acaba sendo um ministério sossegado como os demais. Uma versão um pouco diferente ocorre quando enaltecido é o padre, pastor, bispo, missionário “fulano de tal”. Na propaganda da igreja aparece a imagem do tal “salvador da pátria”. Ele é quem faz e acontece. Já vi pastores colocarem sua foto em outdoors ou folhetos. A pergunta que fica no ar é: Onde está Jesus, o centro de nossa pregação? Penso muito no exemplo de João Batista, que jamais desejou concorrer com Cristo. Antes, quando o encontrou, apenas olhou aos seus seguidores apontando: Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo! Eu preciso encarar a verdade: Sou fraco, um quase nada. Minha igreja é composta por pecadores. Quem nos mantém e nos leva adiante é somente Jesus. Graças a Deus! Leia João 1.29.


Autor(a): P. Euclécio Schieck
Âmbito: IECLB / Sinodo: Norte Catarinense / Paróquia: Garuva-SC (Martinho Lutero)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 1 / Versículo Inicial: 29
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 46265
REDE DE RECURSOS
+
É necessário pregar com o objetivo de que seja promovida a fé Nele, para que Ele não seja apenas o Cristo, mas seja o Cristo para ti e para mim e para que Ele opere em nós o que Dele se diz e como Ele é denominado.
Martim Lutero
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br